| home | artigos | atendimentos | cabala | contato | cursos | curr�lo | emailflorais | links | reiki | textos |
 

|o que s㯠as dez sefirot?|

 
As Sefirot s㯠bastante complexas, cont魠muitos elementos e para explic᭬as em detalhes seriam necessᲩos muitos volumes de uma enciclop餩a, por isso vamos nos limitar a uma explica磯 bᳩca, e ao longo das pr詭as semanas, falaremos um pouco mais sobre cada uma delas.
A palavra Sefirᠴem dois significados: um 頣ontar, o outro 頬imite ou fronteira. De acordo com a Cabala, existem 10 dimens峠para a nossa realidade, que s㯠as 10 Sefirot. As Sefirot funcionam como canais atrav鳠dos quais a Luz do Mundo Infinito chega at頮㬠animando o nosso universo inteiro, incluindo nossas almas.Cada Sefirᠬ como um filtro, reduz sucessivamente a emana磯 da Luz, diminuindo gradativamente seu brilho para um n�l quase impercept�l em nosso mundo f�co dos cinco sentidos. Por cada Sefirᠱue passa, a Luz se manifesta de forma diferente, mas sem nunca mudar sua essꮣia. ɠcomo se colocᳳemos um filtro colorido na luz do sol; n㠡 veremos azul, vermelha ou verde, mas a Luz n㯠muda nunca, o que muda 頯 recipiente. Elas tamb魠s㯠conhecidas como atributos divinos, jፊ que cada uma delas estᠲelacionada a um atributo ou qualidade de Deus. Cada uma delas tamb魠se relaciona a uma parte do nosso corpo.
Esses 10 n�is ou Sefirot s㯺 Keter, Chochma, BinᬠChesed, Gevurah, Tiferet, Netzach, Hod, Yesod e Malchut. As Sefirot Chesed, Gevurah, Tiferet, Netzach, Hod e Yesod est㯠compactadas em uma dimens㯠chamada Zeir Anpin como um todo unificado. Toda a Luz que recebemos em nosso mundo f�co de Malchut 頤erivada de Zeir Anpin.
Curiosamente, os cientistas do final do s飵lo 20 revelaram uma estranha vis㯠do nosso universo com o advento da Teoria da Supercorda, que 頵ma tentativa de unificar a teoria da relatividade de Einstein com a mec⮩ca qu⮴ica. De acordo com a teoria, todas as part�las subat�as s㯠na verdade diferentes resson⮣ias de min㵬as supercordas vibrantes, muito parecidas com as diferentes notas musicais que podem emanar de uma 飡 corda de viol㯮 A Teoria das Supercordas sustenta ainda que nosso universo deve conter 10 dimens峠de modo que possa se conciliar com a teoria da relatividade de Einstein, considerando a for硠da gravidade. Gra硳 ࠥvolu磯 da ciꮣia e da tecnologia, os cientistas atuais e os antigos Cabalistas concordam que a realidade existe em 10 dimens峠e que 6 dimens峠est㯠firmemente compactadas.

Conhe硠cada uma das sefirot, mais detalhadamente:

| keter |

A Sefirᠤe Keter foi a primeira, o primeiro recipiente que apareceu logo ap㠡 restri磯 e estᠬigada ao Mundo de Adam Kadmon - Homem Primordial. Keter faz parte das tr고Sefirot superiores (as outras duas s㯠Chochmah e Binah), que est㯠al魠da nossa realidade f�ca e s㯠o estado potencial. N㠮os relacionamos com as sete inferiores, que s㯠o estado da manifesta磯.
Keter ou Coroa, se situa no topo da coluna central, logo abaixo do Mundo Infinito. A coroa normalmente estᠮa cabe硠do rei, mas n㯍 pertence ao corpo do rei, pertence ao reino. Para cada a磯 existe um pensamento que a precede. Keter, a coroa, 頡 semente das manifesta絥s que v㯠acontecer no mundo f�co. ɠo potencial da manifesta磯.
Keter 頡 inteligꮣia ardente que canaliza a For硠da Luz da Cria磯 para as demais Sefirot. Funciona como um super computador que cont魍 o inventᲩo total do que cada um de n㠩, alguma vez foi ou serᮍ Como tal, n㯠s੠a gꮥse de nossas vidas neste reino da Terra, mas de todo pensamento, id驡 ou inspira磯 que teremos enquanto estivermos nessa nossa jornada.
A reencarna磯, na qual a alma humana volta vᲩas vezes a este reino f�co at頱ue suas imperfei絥s sejam corrigidas, 頵ma doutrina central da Cabala. Este processo de corre磯 頣hamado Tikun e jᠦoi explicado em mensagem anterior. Outros ensinamentos espirituais se referem ao processo de Tikun como Karma. Esse processo, no qual uma alma 頣analizada atrav鳠das Dez Sefirot para nascer no mundo f�co de Malchut, come硠em Keter, e nenhuma alma parte de lፊ sem a bagagem que acumulou em existꮣias pr鶩as.
A luz de Keter tem um longo caminho a percorrer antes de nos alcan硲. Estᠴ㯠longe do reino f�co no qual vivemos como o primeiro pensamento de um arquiteto estᠤistante do edif�o que aquele pensamento se tornarᠥm 䩭a inst⮣ia. Keter 頡 fonte de tudo, mas somente em potencial indiferenciado. As outras Sefirot s㯍 necessᲩas para se transformar aquele potencial em algo que podemos perceber como realidade, e a primeira a receber o poder que flui para fora de Keter 頡 Sefirᠤe Chochmah, sobre a qual falaremos na pr詭a mensagem.

| chochmah e binah |

Completando as tr곍 Sefirot superiores (Keter, Chochmah e Binah), esta semana falaremos sobre duas Sefirot, Chochmah e Binah, pois a duas s㯍 correspondentes.

Chochmah, no topo da coluna direita 頓abedoria. Mant魭se como a figura do pai universal. ɠo primeiro recipiente a conter toda a Sabedoria do universo e cont魠a totalidade da Luz. ɠo pensamento intuitivo em sua forma mais pura, o "estalo", a criatividade, o inconsciente, toda atividade ligada ao lado direito do c鲥bro. Em outras palavras, Chochmah pode ser comparada a um tolo que carrega uma enciclop餩a nas costas. A possess㯠da enciclop餩a n㯠torna o homem mais inteligente. A Sabedoria, encapsulada em si mesma, passiva, n㯠tem nenhum valor em qualquer plano de existꮣia. Para ser manifestada, a Sabedoria de Chochmah precisa de uma conex㯠com a energia de Binah.

Binah, Entendimento, 頡 figura da m㥠universal e situa-se no topo da coluna esquerda. ɠuma usina geradora de energia c㭩ca, desde aquela que motiva o empenho humano at頡quela que mant魠as galḩas em movimento. ɠo racioc�o e a l穣a que definem e d㯠forma ao "estalo" que vem de Chochmah, transformando-o em pensamento, proporcionando o desenvolvimento mental de uma id驡. ɠo lado esquerdo do c鲥bro, o consciente, os processos mentais. Binah interioriza o contee forma que a informa磯 se torna conhecimento e parte da pessoa.

Quando o pensamento precisa ser manifestado em a磯, Chochmah e Binah se encontram, combinam suas energias e transformam informa磯 bruta em conhecimento.

ɠinteressante notar que a ciꮣia, exatamente como a Cabala, atribui a criatividade e a intui磯 ao lado direito do c鲥bro e a l穣a e a racionaliza磯 com o lado esquerdo do c鲥bro.


| chesed |

Chesed - Miseric⤩a, se situa na coluna direita, logo abaixo de Chochmah. ɠtamb魠a primeira das Sete Sefirot inferiores, com as quais nos relacionamos. Mas as Sefirot s㯠inteligꮣias muito elevadas, ent㯠como nos conectar com elas? Precisamos de instrumentos, canais para fazer essa conex㯮 Da mesma forma que sabemos que existe eletricidade na tomada, mas precisamos de instrumentos - cabos ou aparelhos - entre n㍊ e a eletricidade para que ela possa se revelar. O canal para Chesed 鍊 o patriarca Abrah㯬 pois ele foi o canal que manifestou a inteligꮣia de Chesed, miseric⤩a e gentileza, no mundo. Quando queremos nos conectar com essa energia, devemos meditar em Abrah㯮

De acordo com a Guematria, a numerologia Cabal�ica, as letras hebraicas que formam a palavra Chesed somam 72, relacionando-a com o poder dos 72 nomes. Essa rela磯 nos ensina que, para que possamos ativar o poder dos 72 nomes, devemos ter miseric⤩a, gentileza pelo nosso pr詭o.

A express㯠f�ca da esfera de Chesed 頡 ᧵a. Chesed representa o total Desejo de Compartilhar. ɠo doar incondicionalmente, o estender a m㯠(por isso em nosso corpo se relaciona com o bra篠direito), 頯 fluxo de energia que se expande abundante e incontrolavelmente, por isso 鍊 considerada a mais expansiva das Sefirot. Chesed sem equil�io 頯 extremista-liberal que lamenta mais pelo criminoso do que pela v�ma; 頯 homem pobre que ganha na loteria e dᠣada centavo de sua nova fortuna para caridade e deixa a pr಩a fam�a pobre. Desenfreada, Chesed doa at頱uase machucar. Felizmente, tem uma contraparte de equil�io, a Sefirᠤe Gvurah.

| gvurah |

Gvurah 頣onhecida como Julgamento, ou ainda For硬 Grandeza ou Poder.

Situa-se na coluna esquerda, logo abaixo de Binah. O canal para Gvurah 頯 patriarca Yiztchak (Isaac), filho de Abraham, e no nosso corpo essa Sefirᠳe relaciona com o bra篠esquerdo.

Enquanto Chesed doa incondicionalmente, Gvurah 頡 avarenta. Onde Chesed se expande, Gvurah se contrai.

Onde Chesed diz, "Compartilhe", Gvurah diz "e o que eu ganho com isso?" Onde Chesed celebra o hero�o, Gvurah 頵m disciplinador com o medo olhando por sobre seu ombro. ɠpura contra磯, restri磯, 頡 for硠que permite o controle e o dom�o sobre os impulsos.

Gvurah, sem r餥as, sem o equil�io de Chesed, se torna a tirania de um estado policial, podendo levar a autoconten磯 e se transformar em uma fonte de energia para sentimentos de 䩯 e medo. Mas assim como a Sabedoria de Chochmah n㯠pode se manifestar sem a energia de Binah, a semente indiferenciada em Chesed nunca poderia se tornar a Ჶore diferenciada sem a m㯠forte de Gvurah.

Gvurah canaliza energia espiritual para superar obstᣵlos e atingir objetivos espec�cos, e 頡 for硠essencial para realizarmos nossa principal miss㯠nesta vida: transformar a nossa natureza.

| tiferet |

Tiferet representa Beleza. Estᠲelacionada com a Coluna Central e o Mundo da Forma磯 Localiza-se abaixo e entre as Sefirot de Chesed e Gvurah. Junto com Chesed e Gvurah, forma a tr�e superior do Maguen David. O canal para Tiferet 頙aakov e no corpo humano, estᠲelacionada ao tronco.

Tiferet 頂eleza porque uma coisa bela, seja um p⭤o-sol, uma flor, um poema ou a mente humana, tem que combinar sabedoria [Chochmah], entendimento [Binah] e o brilho da Luz para existir como tal.

Tiferet tamb魠se refere ࠢeleza porque 頯 ponto de equil�io entre as colunas direita e esquerda, gerando a harmonia, sem a qual beleza nenhuma poderia existir. Tamb魠representa a verdade, que vem com esse equil�io.

Tiferet nos ensina quando compartilhar e como faze-lo com equil�io, e quando receber ou julgar com amor. Representa aquele equil�io entre julgamento e miseric⤩a que permite a um pai disciplinar seu filho pelo amor em vez de faze-lo pela raiva reativa

| netzach |

Netzach - Vit⩡ ou Eternidade - situa-se na coluna direita, logo abaixo de Chesed. ɍ um armaz魠de energia positiva de Chesed, que irradia o Desejo de Compartilhar e se torna o canal dessa energia na medida em que come硍 a abordar o mundo f�co no qual vivemos.

ɠVit⩡ no sentido de vencer as pr಩as limita絥s e Eternidade no sentido de expressar os pensamentos eternamente.

ɠa primeira Sefirᠯnde hᠲeciprocidade, sendo responsᶥl pela necessidade que o homem tem de se relacionar com o outro.

ɠanᬯga ao esperma que, em uni㯠com o 浬o, irᠣriar, em 䩭a inst⮣ia, um ser humano individual.

Netzach tamb魍 representa os processos involuntᲩos e o lado direito do c鲥bro, onde o processo criativo acontece.

Em resumo, Netzach 頯 artista, o poeta, o m飯, o sonhador e o princ�o fertilizador masculino.

No corpo, estፊ relacionada ࠰erna direita e o canal para energia de Netzach 頍ois鳬 porque trouxe a eternidade, a vida eterna, ao universo.

| hod |

Hod representa Gl⩡ ou Esplendor. Localiza-se na coluna esquerda, abaixo de Gvurah, e no corpo humano corresponde ࠰erna esquerda. O canal para nos conectar com a energia de Hod 頁ar㯬 ou Aharon HaCohen.
Anᬯga ao 浬o na concep磯 humana, essa Sefirᠩnicia a materializa磯 do que aconteceu somente em potencial em Chesed/Netzach, assim como uma mulher dᠠ luz o que foi concebido em conjun磯 com o princ�o fertilizador masculino. Hod permite que a energia repassada de Netzach seja apropriada e aceitᶥl para quem a recebe, sendo responsᶥl por criar um espa篠interno para que se possa identificar com o outro e, conseqmente, aceitar o outro.
Assim como dissemos anteriormente que Netzach 頯 artista, Hod 頯 cientista, o l穣o, o craque da matemᴩca e o contador.
Sua qualidade espiritual enfatiza a humildade e o reconhecimento. Hod tamb魠controla os processos voluntᲩos e atividades do lado esquerdo do c鲥bro, canalizando a praticidade de Gvurah na psique humana.

| yesod |

Yesod, ou Fundamento, situa-se como um grande reservat⩯ abaixo das oito Sefirot das quais falamos anteriormente.
Todas as Sefirot acima emanam sua inteligꮣia e seus atributos para o vasto vasilhame de Yesod, onde s㯠misturados, equilibrados e preparados para transferꮣia em um esplendor t㯠radiante, que nenhum mortal poderia sobreviver em sua presen确
O canal para nos conectar com Yesod 頊oseph, e no corpo humano essa Sefirᠥstᠲelacionada aos ⧣os sexuais.
Metaforicamente falando, Yesod 頣omo uma betoneira, aquele caminh㯍 de cimento, que junta ᧵a, areia e todos os componentes em sua forma bruta, os mistura e verte uma mistura 餡 que, finalmente, endurecerᠥ se solidificarᠣomo cimento, que 頯 nosso universo f�co, conhecido como Malchut.

| zeir anpin |

Antes de falar sobre a Sefirᠤe Malchut, achamos importante explicar o que 頚eir Anpin, que se refere a algumas das Sefirot anteriormente mencionadas.
Os antigos Cabalistas explicam que das dez dimens峠existentes, seis dimens峠em particular (Chesed, Gvurah, Tiferet, Netzach, Hod e Yesod) est㯠firmemente envolvidas, uma dentro da outra, compactadas em uma dimens㯠conhecida como Zeir Anpin ou Mundo Superior. Toda a Luz que recebemos em nosso mundo f�co vem de Zeir Anpin.
Esta 頡 dimens㯠que tocamos quando o telefone toca e jᠳabemos quem 鬠mesmo antes de atender. Quando uma m㥠desperta repentinamente no meio da noite, suando e com o cora磯 acelerado no mesmo momento em que seu filho escapa de um grave acidente, ela estabeleceu contato com este Mundo Superior. Quando um cientista grita "Eureka", esse flash de inspira磯 se originou deste Mundo Superior. Quando vocꠥstᠤeitado em uma bela praia, livre de tens峍 e com aquela gostosa sensa磯 de serenidade, essas emo絥s emanam desta dimens㯮 Sempre que voc꠳entiu prazer, felicidade, tranq쩤ade, paz interior, e o tipo de confian硠de que voc꠰oderia conquistar qualquer coisa, vocꠥstava tocando Zeir Anpin.
A conex㯠com esta dimens㯠頡 chave secreta para obter controle e realiza磯 genu�s na vida. Mas isso n㯠頦ᣩl de fazer, e para isso os antigos mestres Cabalistas nos deram as ferramentas e os m鴯dos para alcan硲mos essas dimens峠superiores al魠de nossas vidas cotidianas, de forma a fazer com que elas causem um profundo impacto em nossas vidas. Essa 頡 diferen硠entre a ciꮣia e a Cabala, pois a Cabala explica por que as leis da natureza existem e tamb魠como elas se relacionam e se aplicam ࠮ossa vida pessoal e espiritual, nos ajudando a buscar a realiza磯 e a satisfa磯 das necessidades de nossas almas.


| malchut |

A 䩭a das Sefirot 頍alchut, o Reino. Ela cont魠o mundo da fisicalidade e o n�l de revela磯. ɠa 飡 das Sefirot onde a mat鲩a f�ca parece existir. ɠaqui que a mistura "despejada" por Yesod endurece como pedra, adquire estrutura e assume forma f�ca. Em nosso corpo estᠲelacionada aos p鳠e o canal para Malchut 頯 Rei David. Estᠴamb魠relacionada ao mundo da manifesta磯, da a磯, e tem a ver com nossa existꮣia f�ca; comer, trabalhar, dan硲, etc. ɠnesta dimens㯠que as divergꮣias na atitude humana significam a diferen硠entre as vidas individuais. ɠem Malchut que ocorre o maior "Desejo de Receber", porque essa dimens㯠ꠠ nosso universo 頡 que estᠭais distante da fonte de Luz. Por isso, este nosso reino 頯nde existe maior sentimento de "falta".
A Cabala explica ainda que, cada um dos dez n�is das Sefirot tamb魍 cont魠mais dez n�is, os quais cont魠mais dez, e assim por diante, infinitamente, como fractais. Essa estrutura atua como um prisma que refrata a Luz em vᲩas freqas, gerando a diversidade que comp堯 espectro inteiro da cria磯. Toda criatura neste planeta tamb魠estᠩmbu� dessa mesma estrutura, e tudo o que existe em nosso mundo f�co, se origina no reino n㯭f�co das Sefirot.
Esses Mundos Superiores s㯠os portais atrav鳠dos quais a energia espiritual flui para nossa dimens㯬 e podemos alcan硭los atrav鳍 de ora絥s, transforma磯 espiritual e medita磯.

Rabino Joseph Saltoun. Texto baseado nos escritos do Rabino Berg.